fecha a porta. tá tão quente aqui dentro que já nem me lembro mais onde eu estava antes. algo que preenche e é quente. fica o quente. na lembrança. e a completude do que era vazio pedindo por respostas. há respostas, e elas não são racionais. racional é o efeito da causa. a gente passa dias, semanas e quando vai ver… já se passou até alguns anos, mas não se marca o encontro da iniciação. ela começa quando a limpeza da casa termina e, apesar de não terminar nunca, tem um momento que é realmente divisor… eu estou aqui, quente e molhada, feito terra preta e cheirosa com semente certa, plantada na hora certa, pros fins certos, chegará a primavera. e eu tenho a certeza que maior que isso é só o amor, que no fundo, é isso.

Anúncios
Padrão

há um estado macio e calmo dentro da gente, que quebra toda a dureza e as cascas e atinge o que as palavras, não suficientes, me aconselham a chamar de coração. é como um rio, imponente e delicado, que encontra um desvio mais pra lá e se torna um novo rio, por ter agora uma nova, sucinta e charmosa curva. na verdade é o mesmo rio, mas diferente. esse estado que leva ao coração tem em si preciosidades sem fim, inclusive o acesso gostoso e doce à intuição. depois de dias de loucura e silêncio com procura, encontrei o meu livramento. e melhor de tudo, sem a necessidade e não através… da razão. já sou uma menina com mais acessos ao coração. Doce.

Caminho

Nota
3:08

photo: Lissy Elle

Obs tina damente.

da mente

tudo está confuso
tudo mudou!

máscaras voavam,
com a tal ventania

cinza e prata,
que passou!

em pedras gigantes
matavam mulheres, crianças e qualquer ser humano de outra etnia…

cinza, prata

e brilhante
que é um tom acima
e um tom abaixo

do colorido.

Tal feito lágrimas,

color idas…

photo: Viki Kollerová

photo: Viki Kollerová

entrega lenta
sensações de fisgadas e choque magnético pelo corpo

ela vem?
devagar, mas chega

a espera não é dura
dura o tempo em que a tensão persiste

Imagem